HISTÓRIA DO MUNICÍPIO

Com a descoberta das qualidades terapêuticas das águas do Rio Imbassay e graças ao Padre Torrend, grande divulgador dessas virtudes que as considerava como uma das melhores do mundo, o distrito de Dias d’Àvila, pertencente a Camaçari, passou a ser considerado local de descanso, lazer e, principalmente, próprio para tratamento de saúde, atraindo, assim, milhares de veranistas, motivo pelo qual tornou-se Estância Hidromineral.

Após a implantação do Polo Petroquimico, nos idos de 1980, e com o significativo incremento demográfico, já não somente de veranistas, mas também de moradores formando uma população estável, estes resolveram se unir e lutar pela emancipação.

Até 1985, a cidade era apenas uma estância, distrito da cidade de Camaçari que devido a seus diversos problemas, não davam conta da manutenção do distrito que até então encontrava-se abandonado. Com isso os próprios moradores requereram a emancipação política da estância.

O trabalho de emancipação, porém, foi árduo, visto que a estância não possuía condições econômicas, nem estrutural para se libertar, o que gerou movimentos que buscaram a melhoria das condições na estância provando esta ser capaz de se manter.um grupo de destaque nesse processo foi a Sociedade Amigos Dias D’Ávila, criado por volta dos anos 70. O trabalho destes grupo renderam duas conquistas importantes a primeira sendo a implantação da 25º delegacia de polícia e a outra a linha para a capital ausente até então.

Os limites da estância foi amplamente discutido, e só então com a confirmação de que a Caraíba Metais estava instalada dentro dos limites do município que se deu o último passo para a emancipação.

No dia 25 de junho de 1984, era publicada a lei que ratificava os limites e criava o município. Porém só em 25 de fevereiro de 1985 foi oficialmente confirmada a emancipação e a criação da cidade de Dias D`Ávila.

TV PREFEITURA

FOTOS

Selecione um �lbum


[+] mais fotos